Igreja Matriz - Canela/RS

Sobre

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes foi fundada em 1937. A padroeira, inicialmente era a Santa Luísa de Marilac. A obra da atual igreja matriz de Canela foi construída ao redor da existente, com a ajuda da comunidade. A construção que teve como padroeira a Santa Filomena, foi idealizada pelo Cônego João Marchesi e teve início em 1953, tendo seu investimento maior oriundo de doações da comunidade. A obra, em estilo gótico, é grandiosa, com uma torre de 65 metros de altura, onde, no alto, está um carrilhão de 12 sinos de bronze, com 4 toneladas, fabricados pela fundição Giácomo Crespi, na Itália e, doados para a Paróquia pelo casal João e Ilda Bolognesi.

Devido a importância das três santas, hoje, no altar da igreja estão as imagens de Nossa Senhora de Lourdes, Santa Luísa de Marilaqui e Santa Filomena.

Linda por dentro e por fora, a Catedral de Pedra, como também é conhecida, conta com um jardim encantador e a parte interna, cheia de detalhes.

Os vitrais, que dão um colorido encantador, representam a Ladainha de Nossa Senhora e foram doados por pessoas da comunidade que tem seu nome gravado nos mesmos. As pinturas sacras são um detalhe a parte, bem como o altar esculpido em madeira pelo uruguaio Júlio Tixe, bem como os três painéis pintados pelo artista gaúcho Marciano Schimitz retratando a aparição de Nossa Senhora de Lourdes, a Alegoria dos Anjos e a Anunciação.

Em 2019 a imponente igreja teve a parte interna restaurada, pela arquiteta canelense Margarida Weber, que usou materiais modernos que trouxeram benefício térmico e acústico. As colunas foram revestidas de pedra e arabescos, pintados à mão, que complementam a parte superior. Uma nova iluminação também foi introduzido, deixando o local mais aconchegante.

A Via Sacra, exposta em quadros nas paredes internas foi confeccionada por Pablo Orona Herrera, escultor e restaurador de arte sacra.

Um outro atrativo da Catedral de Pedras são os sinos e o acervo.

Subindo a torre da igreja, depara-se com um acervo de arte sacra e peças que fazem parte da história igreja, com vestes litúrgicas. Continuando o passeio é possível ter uma vista de toda a cidade de Canela e apreciar grande o carrilhão com os 12 sinos.

Bem no centro da cidade, é um dos pontos turísticos mais visitados e fotografados de Canela e, em 2010 foi eleita uma das sete maravilhas do Brasil em 2010 e apontada em 2016 como uma das 10 melhores atrações turísticas brasileiras, ficando em quinto lugar no prêmio Travelers’ Choice™ – atrações do site TripAdvisor

A iluminação cênica no entorno da igreja é um belo espetáculo a noite, com o show de luzes que a “abraçam” em várias cores.

Os jardins da Catedral também são palco para importantes espetáculos.

A Paróquia conta com 27 comunidades nos bairros de Canela.